BLOG

10 DICAS PARA UMA MELHOR MISTURA

10 DICAS PARA UMA MELHOR MISTURA

Depois de teres as tuas faixas gravadas ou produzidas, entramos no processo de mistura. Este processo mistura todos os sons individuais até obtermos uma som final em stereo ou em 5.1. Cada instrumento tem de ser avaliado cuidadosamente para que consiga ter o lugar perfeito dentro da mistura e como vai influenciar toda a música.

 

1. REFERÊNCIAS MUSICAIS

Começa por escolher 1, 2, 3 referências musicais que estejam dentro do mesmo estilo musical que vais começar a misturar. Importa estas referências para o teu DAW e compara na várias fases da tua mistura com estas referências musicais numa base frequencial e de dinâmica musical!

 

2. PAUSAS

Depois de misturares 1 hora ou mais tempo, levanta-te e vai fazer outra coisa durante 5 ou 10 minutos… passear o cão, beber um café… qualquer coisa… quando voltares vais perceber muito melhor o que fizeste até então e o que precisas de fazer daí em diante!

 

3. VOLUME

Tenta misturar com um volume considerado ‘baixo’. Se fizeres mistura em volumes altos, a fadiga auditiva vai impor-se mais rapidamente e a percepção dos elementos chave numa mistura piora com volumes altos, já para não falar de uma acústica pobre (se for o caso do teu estúdio).

 

4. GANHO E DINÂMICA

Começa por usar apenas compressão, equalização e automação de volumes (dinâmicas musicais) nas tuas pistas. A criativadade começa nesta fase… reverbs, delays, etc… vêem depois, quando tiveres a mistura base bem orientada!

 

10 dicas para uma melhor mistura 2

 

5. EQUALIZAÇÃO

Usa equalização subtrativa! Ouve… ouve as frequências que podem ser ‘suavizadas’ ou até removidas! A maior parte das gravações (em especial, feitas em estúdios caseiros) necessitam de equalização substrativa, de forma a suavizar e até retirar aquele conjunto de frequências que estão a mascarar frequências de outros instrumentos que necessitam de ser ouvidos com mais clareza!

 

6. REVERBS

Deves usar, mas muito pouco! Menos é mais quando se usa reverbs, pois se usares reverb longos podes perder definição e força na pista que estás a usar. Vai adicionando aos poucos até sentires que o reverb está a ter o efeito desejado na música.

 

7. COMPRESSÃO

Voltamos a este assunto pois os compressores foram desenhados (sejam físicos ou em plugins) para não serem ouvidos, neste caso o efeito que estão a ter no áudio onde estás a aplicar.
Podes usar um compressor para ter um efeito gigante como o de um reverb ou delay que é prefeitamente audível, contudo o propósito é usar os compressores para terem um efeito no áudio que não seja audível ou mesmo perceptível!

O nosso conselho é usar os compressores para que deixe uma marca no áudio, que o comprima, limite deixando ou não alma nos transientes e dinâmica musical. Usa mais do que um, para poderes ter mais coloração musical no áudio que estás a manipular e controlares ainda melhor a dinâmica musical do áudio. Experimenta doses pequenas no ‘threshold’ e ‘ratio’ com um ‘knee’ bem soft.

 

8. OUVIR

Ouve e não visualizes a tua mistura. Ouve a mistura fechando os olhos… Usa os instrumentos que Deus te deu… exercita os ouvidos e não a visualização das frequências que te podem influênciar de uma forma menos positiva.
Levanta-te e via fazer qualquer coisa… e ouve a mistura que está em curso… Ouve!!!

 

9. MONIÇÃO

Ouvir as tuas misturas em outros sets, como nos phones ou no carro, vai dar-te uma perspectiva diferente do que está a acontecer com a música que tens em mãos. Se achares que há certas frequências que ficam substancialmente realçadas noutros sets, então é bem provável que onde estás a misturar precisa de uma revisão acústica, pois não estás a ter a ‘visão’ sonora mais correcta!

 

10. MISTURA FINAL

Deixa bastante ‘headroom’ para o engenheiro de som que vai masterizar a tua música. Não incluas limitadores no teu master stereo buss e vê se a mistura não ultrapassa os -6dB no master stereo buss (este será o limite máximo)! Todos os valores que ficarem abaixo deste valor máximo, deixas o engenheiro de som que vai masterizar a tua música super feliz e os resultados vão ser melhores!

 

Esperamos pelas tuas dicas, dúvidas ou comentários. Não te esqueças de partilhar este post!

YOU MAY ALSO LIKE:

Comments are closed.